Você está aqui
Home > Cidades > BOLETIM FESTIVAL DE CINEMA DE GRAMADO

BOLETIM FESTIVAL DE CINEMA DE GRAMADO

22 de agosto, segunda-feira

 

Rua Coberta será uma extensão do Palácio dos Festivais em 2016

Um grande show marcará as noites das mostras competitivas nesta 44ª edição do Festival de Cinema de Gramado. O desfile de atores e cineastas pelo tapete vermelho ganhará contornos de espetáculo, com música e cenografia desenvolvidos especialmente para cada uma das sessões, com foco nos filmes concorrentes e homenageados de 2016. “Vamos botar o festival na rua, em contato com as pessoas que ficam do lado de fora”, explica o diretor artístico do festival, Edson Erdmann.

A intenção da equipe criativa de Gramado é unir o glamour já tradicionalmente associado ao evento serrano com um conceito mais popular. “Usualmente, glamour e popular não se conversam muito, mas Gramado vai ganhar com essa união não convencional”, assegura Erdmann.

Cada filme concorrente terá trilha sonora especial, que vai embalar a entrada dos integrantes da produção no tapete vermelho. “Para o longa-metragem ‘Elis’ (de Hugo Prata), vamos revisitar as canções que fizeram sucesso em sua voz. Para ‘O Roubo da Taça’ (direção de Caíto Ortiz), traremos as músicas do Brasil dos anos 70”, exemplifica.

O maior espetáculo, entretanto, está reservado para as noites de homenagem aos artistas desta edição: Sonia Braga, Tony Ramos, José Mojica Marins e a argentina Cecilia Roth. Nestas datas, o tapete vermelho servirá como suporte para provocar recordações de suas vidas profissionais. “Essas personalidades poderão relembrar suas carreiras, encontrar peças de roupas utilizadas em figurinos de seus filmes, fotografias antigas, parceiros de trabalho… é toda uma história que vai provocar muita emoção em quem recebe a homenagem e no público, que será testemunha dessa surpresa”, revela.

O diretor fez questão de marcar essa relação entre o público e as estrelas do festival também no desenho do logotipo do 44º Festival de Cinema de Gramado. Na imagem, é possível ver um ponto brilhante que simboliza o projetor de filmes. “Só que essa luz está virada para quem olha, estamos transformando todo mundo que vem ao festival, todo o público, em protagonista”, conclui.

Trilha sonora especial

A trilha sonora também foi pensada especialmente e vai resgatar as memórias de quem acompanha o cinema nacional. “Quando Sonia Braga for anunciada, ela vai entrar no tapete vermelho com músicas compostas com exclusividade pelo maestro Dudu Trentin”, antecipa Erdmann. Vão entrar na composição fragmentos de músicas que marcaram sua trajetória profissional, como canções de Tom Jobim e Chico Buarque, que embalaram cenas suas em “Dona Flor e Seus Dois Maridos”. Para Tony Ramos, o diretor artístico separou um trecho da Nona Sinfonia de Beethoven, que integrou a trilha de “Se Eu Fosse Você”. “Já o José Mojica Marins tem toda aquela coisa de rock, com músicas do Sepultura”, complementa.

 

Tradição marca fabricação do Kikito de Cristal

O Kikito de Cristal, uma das mais recentes premiações oferecidas pelo Festival de Cinema de Gramado tem apenas nove anos, mas já é rodeado de tradição. Desde 2012, quando o cineasta argentino Juan José Campanella esteve na cidade serrana para receber seu troféu, um ritual marca a homenagem. Além de subir no palco do Palácio dos Festivais, Campanella esteve na fábrica da Cristais de Gramado (empresa local que fabrica o prêmio) para, simbolicamente, iniciar a produção do próximo troféu. De lá pra cá, todos os homenageados com o Kikito de Cristal seguiram o ritual iniciando uma tradição: começar a fabricação da próxima estatueta.

Na última edição do Festival de Cinema de Gramado foi a vez do argentino Fernando Solanas dar sua contribuição ao troféu que em 2016 será entregue à atriz argentina Cecilia Roth dia 2 de setembro, sexta-feira, às 21h30.

Fundada em 2002, a Cristais de Gramado é pioneira no Rio Grande do Sul e referência nacional na arte da fabricação do cristal artístico com a mesma técnica que os italianos utilizam na Ilha Murano em Veneza, na Itália. Com base nesta técnica, conhecida como “di Murano”, o cristal é moldado por meio de sopro e movimentos manuais que resultam em peças com cores e design exclusivo. É este “sopro” que os homenageados do Festival realizam para iniciar a fabricação do Kikito de Cristal. Cecilia Roth seguirá a tradição, resta a surpresa para saber quem irá receber a estatueta em 2017.

 

44º Festival de Cinema de Gramado movimenta 365 profissionais nos bastidores em edição com mais de 70 filmes em exibição

Faltam poucos dias para que o Tapete Vermelho seja estendido e o Palácio dos Festivais exiba novamente o melhor da mais recente safra do cinema brasileiro e latino-americano. Para acertar todos os detalhes da mais tradicional festa do cinema no Brasil, 365 profissionais das mais diversas áreas trabalham em conjunto para fazer o 44º Festival de Cinema de Gramado acontecer.

São mais de 70 filmes em exibição e uma intensa programação paralela distribuídas em nove pontos da cidade-palco: Rua Coberta, Palácio dos Festivais, Sociedade Recreio Gramadense, Teatro Elisabeth Rosenfeldt, Escola Municipal Maximiliano Hahn, Escola Municipal Presidente Vargas, Escola Municipal Mosés Bezzi, Escola Municipal Dr. Carlos Nelz (CAIC), Escola Musical Vicente Casagrande e Escola Municipal Nossa Senhora de Fátima.

Os vencedores do Festival, incluindo o Prêmio Assembleia Legislativa – Mostra Gaúcha de Longas, disputam R$ 328 mil em prêmios. Lembrando que, em sua 44ª edição, o Festival de Cinema de Gramado bateu recorde em número de inscrições: foram 931 obras submetidas para avaliação dos curadores e das comissões de seleção.

 

Através de parceria com o Festival de Sundance, Rachel Griffiths apresenta “Mammal” em sessão comentada no Palácio dos Festivais

Indicada ao Oscar por “Hilary & Jackie” e vencedora do Globo de Ouro pelo seriado “A Sete Palmos”, a atriz australiana Rachel Griffiths é presença confirmada no 44º Festival de Cinema de Gramado. Ela vem à Serra Gaúcha para apresentar o longa-metragem “Mammal”, que ganhará sessão comentada no Palácio dos Festivais a partir de parceria de Gramado com o prestigiado Festival de Sundance.

Mediado pelo curador Rubens Ewald Filho, o encontro, que acontece na segunda-feira (29), às 16h, apresenta de forma inédita o filme, que ainda não foi lançado no circuito comercial internacional. Na trama, Rachel Griffiths vive Margaret, uma mulher divorciada que vive em Dublin e precisa lidar com a dor da precoce morte de seu filho adolescente.

 

Atores confirmam presença na programação do 44º Festival de cinema de Gramado

Em contagem regressiva para o início de sua 44ª edição, o Festival de Cinema de Gramado recebe, a cada dia, novas confirmações de presença dos elencos em competição. Sophie Charlotte, que exibe “Tamo Junto” e “Barata Ribeiro, 716” já está de viagem marcada para Serra Gaúcha. Caio Blat, que contracena com a atriz no segundo filme, também marcará presença no Tapete Vermelho.

Protagonistas de “Elis” e “O Silêncio do Céu”, respectivamente, Andréia Horta e Carolina Dieckmann viajam a Gramado para acompanhar de perto a primeira exibição de seus filmes. Junto à homenageada Sonia Braga, o diretor Kleber Mendonça Filho e os atores Humberto Carrão, Maeve Jinkings e Allan Souza Lima apresentam o aguardado “Aquarius”, que abre a programação do evento.

 

Conheça os jurados das mostras competitivas 

Além das equipes de produção e elenco dos filmes que estarão em competição no Festival de Cinema de Gramado, um outro público do setor audiovisual estará presente nas sessões do Palácio dos Festivais. São os jurados que irão definir os grandes vencedores da mostra competitiva. Saiba quem são eles:

CURTAS-METRAGENS BRASILEIROS

– Suzana Uchôa Itibirê, jornalista e crítica de cinema

– Carlos Gerbase, cineasta e professor de cinema

– Beth Filipecki , figurinista

– Sara Silveira, produtora

– Marçal Aquino, jornalista, escritor e roteirista

 

PRÊMIO ASSEMBLEIA LEGISLATIVA – MOSTRA GAÚCHA DE CURTAS

– Carla Marins, atriz

– Fernando Muniz, ator, produtor e distribuidor

– Juliana Rojas, cineasta

– Susana Schield, jornalista, crítica de cinema e roteirista

– Eduardo Valente, cineasta, crítico e curador de cinema

 

LONGAS-METRAGENS BRASILEIROS

– Ana Luiza Azevedo, cineasta

– Elaine Guerini, jornalista

– Vania Catani, produtora

– Nelson Xavier, ator

– Horácio G. Grinberg, produtor e roteirista

 

LONGAS-METRAGENS ESTRANGEIROS

– Bárbara Alvarez, cineasta

– Esteban Ramirez, cineasta

– Jorge Jellinek, crítico de cinema, professor, investigador e jornalista

– Leopoldo Muñoz, jornalista, crítico de cinema e realizador audiovisual

– Bruna Linzmeyer, atriz

 

JURI DA CRÍTICA

– Antonella Estevez (Chile)

– Conrado Heoli (Brasil/RS)

– Leonardo Bonfim (Brasil/RS)

– Renato Silveira (Brasil/MG)

– Fernando Brenner (Argentina)

Notícias Similares

Deixe uma resposta

*

Topo