Você está aqui
Home > #Destaque > CNEC Gramado inova na educação

CNEC Gramado inova na educação

CNEC Gramado será bilíngue e terá Escola da Inteligência

O Colégio Cenecista Visconde de Mauá de Gramado que a cada ano busca melhorar o ensino,  contará a partir de 2018,  com duas grandes novidades.  O CNEC será a única escola bilíngue de Gramado e também contará com a parceria da Escola da Inteligência / Augusto Cury.

CNEC Bilíngue: Antes diferencial, hoje essencial: o domínio de uma segunda língua passou a ser quase pré-requisito para conquistar cargos de destaque. Participando ativamente e vendo as mudanças no mundo que se torna cada vez mais globalizado, o Colégio Cenecista entendendo a preocupação e a necessidade dos pais em preparar suas crianças para o futuro e ambiente multicultural está trazendo a educação bilíngue. Mais que dominar uma segunda língua; significa aprender a pensar em dois idiomas, as crianças tornam-se bilíngues de verdade, sendo capazes de navegar, com conforto e naturalidade, em ambientes onde tanto o inglês quanto o português são utilizados.

O idioma inglês terá, em breve, papel ainda mais relevante no Sistema de Ensino CNEC. Já está em andamento a implantação do Ensino Bilíngue, no qual os estudantes do Ensino Fundamental terão 8 aulas semanais em inglês sendo, 4 aulas de matemática, 2 de ciências e duas do próprio idioma em período estendido.

A intenção é formar estudantes capazes de compreender um segundo idioma além da tradução. O objetivo é que as palavras sejam incorporadas de forma natural ao vocabulário dos estudantes em ambiente acadêmico, tornando-os aptos à proficiência bilíngue.

A primeira instituição a adotar a modalidade foi o Colégio Cenecista Dr. José Ferreira de Uberaba (MG), onde muitas turmas de 1º, 2º e 3º ano do Ensino Fundamental são bilíngues. O projeto de educação em dois idiomas se inicia este ano em Gramado. A modalidade é opcional, mas ganhou adesão imediata dos pais dos alunos.

“As crianças nessa fase são muito mais hábeis para aprender um idioma, pois ainda estão sendo alfabetizados na língua materna. Isso exige mais oralidade do professor, que utiliza de recursos visuais e de movimentos precisos para ser compreendido”, explica a coordenadora pedagógica, Mariluce Alves da Rede Cenecista.

O planejamento de aulas leva em consideração a matriz curricular utilizada em outros centros de proficiência em inglês em países como Austrália, Estados Unidos, Canadá e África do Sul. A programação é idêntica a do ensino regular. O material de apoio, no entanto, é formulado em idioma estrangeiro e materno. Também foram criados recursos gráficos e digitais para melhor acompanhamento dos alunos. Os estudantes que têm dificuldades para evoluir no idioma recebem reforço no contraturno.

“A implantação da turma de primeiro ano do Ensino Fundamental em nossa Unidade em Gramado já ocorre no início do ano letivo de 2018 e o segundo ano por opção dos pais também tem previsão de iniciar bilingue já no próximo no letivo. E m 2019 já implantaremos no terceiro ano e assim sucessivamente”, explica a diretora Ângela Schmidt. “Por conta da grande procura, de imediato conseguimos formar a primeira turma já na primeira reunião com os pais”, conta a diretora.

A partir do experimento do Colégio Cenecista Dr. José Ferreira (Uberaba/MG), a Direção Geral da CNEC compôs equipe de trabalho formada pelo corpo técnico-pedagógico da Rede para a proposição de projeto que visa a implantação do Ensino Bilíngue nas Instituições Cenecistas e em Gramado essa novidade já é realidade.

ESCOLA DA INTELIGÊNCIA

A Escola da Inteligência é um programa educacional que objetiva desenvolver a educação socioemocional no ambiente escolar. Fundamentada na Teoria da Inteligência Multifocal, elaborada pelo Dr. Augusto Cury, a metodologia promove, por meio da educação das emoções e da inteligência, a melhoria dos índices de aprendizagem, redução da indisciplina, aprimoramento das relações interpessoais e o aumento da participação da família na formação integral dos alunos. Todo o trabalho pedagógico será acompanhado de perto pelo Dr. Augusto Cury que dará toda a assistência a medida que o trabalho vai sendo desenvolvido pelo Colégio , assim como já acontece em algumas outras unidades da Rede Cenecista. Todos os envolvidos – professores, alunos e familiares – são beneficiados com mais qualidade de vida e bem-estar psíquico. Atualmente, o Programa já atende diretamente mais de 200 mil alunos em escolas de todo Brasil.

Você sabia que 50% da população mundial tem ou vai desenvolver algum transtorno psicológico? Que 95% dos jovens com acesso à internet consideram-se viciados em tecnologias? E que 13% das crianças sofrem de ansiedade?

 “Queremos trazer para o ambiente escolar e para a comunidade gramadense uma ferramenta que promova a formação humana para além dos conteúdos que  contribua para a transformação da sociedade como um todo, proporcionando assim a formação de uma nova geração que além do conhecimento teórico seja emocionalmente saudável”, afirma a diretora da escola, Angela Schmidt.

Dr. Augusto Cury: Escritor, psiquiatra e pesquisador, é autor de 39 obras de psicologia aplicada. Publicado em 70 países, foi considerado o escritor mais lido da década, com mais de 24 milhões de livros vendidos. É autor da Teoria da Inteligência Multifocal, que é objeto de mestrado e doutorado internacional.

 ESTADO EMOCIONAL DA SOCIEDADE

O Dr. Augusto Cury desenvolveu um levantamento que revela dados preocupantes sobre o estado emocional da sociedade nos dias atuais. O levantamento justifica a preocupação do Colégio Cenecista com o tema para todo o ambiente escola e também para o município uma vez que tanto os alunos quanto as famílias e professores serão beneficiados com o Programa.

Confira os dados:

– 50% da população mundial tem ou vai desenvolver algum transtorno psicológico (Universidade de Michigan –EUA);

– 78% das pessoas depressivas apresentam problemas de concentração. (ISMA);

– 80% dos jovens apresentam sintomas de timidez ou insegurança.

(Universidade de Harvard –EUA);

– 75% dos estudantes avaliam-se como menos empáticos que os jovens de 30 anos atrás. (Universidade de Michigan –EUA);

– 45% dos vestibulandos têm transtornos depressivos (UFRGS);

–  84% dos estudantes acham suas escolas violenta (Organização Britânica de Defesa das Crianças);

– 82% dos casos de demissão das empresas advêm de aspectos emocionais e comportamentais. (Consultoria Catho);

– 10% das crianças com mais de 8 anos estão infelizes (Children´s Society);

– 90% das crianças do mundo sofrem algum tipo de Bullying (Unicef);

– 95% dos jovens com acesso à internet consideram-se viciados em tecnologias (Ibope Media);

Foto: Jim Craigmyle/Corbis

– 13% das crianças sofrem de ansiedade (Pediatria em Foco);

– 7% das crianças e adolescentes sofrem de depressão (Unifesp);

– A cada 40 segundos uma pessoa comete suicídio no mundo (OMS);

Os livros didáticos serão conforme cada faixa etária da criança e do adolescente. Você já imaginou seu filho usar a empatia com o próximo? Aprender a lidar com perdas e frustrações, aprender sobre a resiliência?

A educação é a base de tudo, educando nossos filhos da melhor maneira possível, podemos mudar o mundo!

Se você ficou fascinado como eu lendo essa matéria e tem interesse em matricular seu filho no CNEC, entre em contato com a Tábatha Colla para ganhar um desconto especial durante o ano todo.

Contato: tabathacolla@soupnews.com.br ou whats: 54 9 9926 6200

Notícias Similares

Deixe uma resposta

*

Topo