Você está aqui
Home > Cidades > Canela > Em Canela coleta de Lixo deverá ser mecanizada

Em Canela coleta de Lixo deverá ser mecanizada

Vice-prefeito Gilberto Cezar recebeu representantes da Geral Transportes

Coletar o lixo de forma mais eficiente e ambientalmente correta é um dos objetivos da Prefeitura Municipal de Canela e da empresa Geral Transportes LTDA, que atualmente realiza este serviço no município. Para efetivar este objetivo, a empresa pretende mecanizar a coleta e apresentou um projeto para o vice-prefeito Gilberto Cezar e para o secretário de Meio Ambiente Paulo Tomasini.

Este será um processo inovador na região e evoluirá o serviço atualmente prestado, pois contará com um sistema moderno, totalmente automatizado que oferecerá mais agilidade no trabalho. “Esse sistema moderno trará retorno ambiental, visual e social para nossa cidade e comunidade. Contribui com a limpeza e fortalece a ideia de ecocidade e o turismo”, comentou Cezar.

COMPARATIVO

De acordo com a empresa a diferença entre o sistema atual com o mecanizado é imensa. A coleta tradicional apresenta alguns problemas, além de causar aspectos e impactos negativos ao Meio Ambiente, pois com os resíduos depositados em lixeiras comuns, o lixo fica aberto e muitas vezes espalhado, com isso, causando poluição e outros problemas como entupimento de bocas de lobo, alagamentos, doenças e proliferação de animais peçonhentos. Além do mau cheiro, problemas com animais e constantes acidentes com os colaboradores que realizam o recolhimento.

MODERNIZAÇÃO TRARÁ INÚMEROS BENEFÍCIOS

O sistema de conteinerização faz parte deste processo inovador, que consiste no armazenamento correto dos resíduos em containeres até o momento da coleta mecanizada. Esse procedimento oferece diversos benefícios como: o lixo fica protegido das variações climáticas, evitando enchentes; elimina odores indesejados e poluição visual; elimina os sacos de lixos rasgados por animais ou catadores informais; reduz a proliferação de insetos e animais transmissores de doenças; evita o contato da população com o lixo; facilita a organização e o controle da coleta; a população pode descartar seu lixo a qualquer momento; aumenta o índice de coleta do resíduo reciclável; incentiva a população a participar da coleta seletiva; possibilita a mecanização da coleta; alto impacto positivo na opinião da população, dentre outros.

CONTEINERS

Os contêineres possuem um volume útil de 2,4m³ e 3,2 m³ e atendem aproximadamente 100 residências cada. São feitos em aço galvanizado e com isso tem alta resistência com uma vida útil superior a 10 anos. Além disso, suportam em média 200 kg de resíduos e são fabricados com tampas basculantes, fechamento automático e amortecedores pneumáticos. Possuem acionamento das tampas por pedal: evita contato com os resíduos; totalmente estanques: evita entrada e saída de líquidos e odores; coleta totalmente automatizada: lateral direita; braços extensíveis: levantamento e basculamento dos contêineres; coleta cada contêiner em menos de 1 min; ampla capacidade de carga e compactação: 19m³ de volume e 750kg/m³ (5/1) ; realiza a limpeza e higienização dos contêineres: jatos de alta pressão (125 bar); possui tanques de armazenamento: água limpa e água suja (6.000 L); elimina sujeiras e odores: aplicação de sanitizante biodegradável e lava cada contêiner em pouco mais de 1 min.

O SISTEMA AUTOMATIZADO

Operação realizada através do uso de um computador de bordo e um joystick; sistema auxiliado por 4 câmeras e um vídeo-monitor; uma única pessoa opera todo sistema; uso de sensores na operação garatem total segurança e geração de dados para a gestão.

AS VANTAGENS DO SISTEMA DE CARGA LATERAL

Confinar os resíduos até o momento da coleta; eliminar a dependência dos horários de coleta; acaba com o acumulo de resíduos nas vias; facilita a implantação da coleta seletiva; sistema de coleta mais seguro e higiênico; otimizar o processo de coleta; permitir uma maior flexibilidade na operação e reduzir os custos totais da coleta.

HISTÓRICO DO SISTEMA DE COLETA AUTOMATIZADA

Tecnologia com origem na Itália e difundida há mais de 30 anos na Europa. Na América do Sul começou a operar no Chile em 1997 e no Brasil em 2007. As principais cidades atendidas pelo sistema no Brasil são: São Paulo; Rio de Janeiro; Porto Alegre; Caxias do Sul; Chapecó; Barreiras; Canoas; Cachoeirinha; Santa Maria; Pelotas; Bagé; Santa Cruz do Sul; Carazinho e Venâncio Aires.

Notícias Similares

Deixe uma resposta

*

Topo