Você está aqui
Home > #Destaque > Ensina-me a Ser Chef revela a escola vencedora de sua 6ª edição

Ensina-me a Ser Chef revela a escola vencedora de sua 6ª edição

Projeto que incentiva a arte de cozinhar nas escolas públicas de Gramado consagrou a escola Maximiliano Hahn, que preparou um ravioli de gema com espuma de beterraba

Foi na Cozinha Experimental da Rua Coberta, durante a programação do 9º Festival de Cultura e Gastronomia de Gramado, que a escola Maximiliano Hahn se consagrou como a grande vencedora da 6ª edição do projeto Ensina-me a Ser Chef, realizado pelo restaurante Nonno Mio. Incentivando a arte de cozinhar nas escolas públicas de Gramado, o Ensina-me a Ser Chef reúne os alunos para elaborar pratos dignos de um restaurante com os itens que compõem a merenda escolar da rede municipal.

Em 2017, representando oito instituições de ensino da cidade, 40 alunos embarcaram no desafio, que impressionaram chefs de nível internacional, como a chef Patricia Roggerone, da Argentina, uma das juradas dessa edição. Além dela, Arika Messa, Leonardo Schreiner e Pedro Andreis avalariam os pratos. Preparando um elogiado ravioli de gema com espuma de beterraba, a escola Maximiliano Hahn conquistou o seu bicampeonato no projeto.

Professora responsável por coordenar a participação da Maximiliano Hahn no Ensina-me a Ser Chef, Elisabete Hausmann diz que o sucesso da inciativa é tão grande que hoje já encontra dificuldade em selecionar apenas cinco alunos entre os mais de 30 que se inscrevem para participar. “Eles aguardam ansiosamente cada edição, e o mesmo entusiasmo é compartilhado pela comunidade gramadense, que torce, se envolve e colabora”, conta Elisabete. Ela não esconde seu carinho pelas vocações e transformações despertadas pelo Ensina-me a Ser Chef, que vem trazendo perspectivas de trabalho e aprendizado para crianças das mais variadas idades e perfis.

Em relação à edição desse ano, a palavra-chave foi desafio. “Quando começamos a pensar o prato que apresentaríamos, os próprios alunos disseram que deveria ser algo sofisticado, diferente. Observando as outras edições em que a escola participou, eles optaram por comprar um risco para fazer algo novo, mesmo que talvez não desse certo. Para eles, independente do resultado, o que fica mesmo é o processo, a pesquisa, a experiência”, avalia.

Entre os itens avaliados na competição estavam: motivação do grupo, participação dos alunos na hora do preparo, forma como o grupo apresentou o prato aos jurados, apresentação do prato e sabor. A disputa foi acirrada – a diferença entre a primeira e última escola colocada foi de apenas um ponto -, mas a Maxiliano Hahn levou a melhor, representada pelos alunos Aline da Silva Silvestre, Cristian Erthal de Freitas, Eduarda Mapelli Possamai, Laura da Silva Silvestre e Luana Beatris Foss. Ficou curioso pelo ravioli de gema com espuma de beterraba? Então confira abaixo a receita!

RAVIOLI DE GEMA COM ESPUMA DE BETERRABA

Tempo de preparo no total: 1 hora

 

Ingredientes:

500g Farinha de Trigo

2 dúzias de ovos

1 maço de espinafre

100g de requeijão

200g de ricota fresca

50g de queijo parmesão ralado

150g de manteiga

8 folhas de sálvia fresca

3 beterrabas

2 colheres de lecitina de soja

1l de azeite

Alho poró

Sal e pimenta

 

Forma de preparo:

  • Ravioli – Massa:

Misturar 500g de farinha de trigo com cinco ovos inteiros. Trabalhar com a massa até que fique homogênea. Fazer uma bola e deixar descansar por 15 minutos.

 

  • Recheio:

Escaldar as folhas espinafre, e picar. Misturar em uma tigela com o queijo parmesão, a ricota fresca e o requeijão. Sal e pimenta à gosto.

Abrir a massa com o cilindro, com espessura fina. Cortar discos com aro de 10cm. No centro de cada  colocar uma porção de recheio, e acomodar delicadamente uma gema inteira. Cobrir com outro disco de massa e apertar levemente para fechar os raviolis.

Cozinhar em água fervente por 3 minutos. Em uma frigideira grande, derreter a manteiga. Adicionar a sálvia, sal e pimenta. Saltear os raviolis por mais um minuto.

 

  • Espuma:

Bater as três beterradas picadas e descascadas com 1 litro de água no liquidificador. Coar. Reservar o líquido e misturar a lecitina, aquecer e bater no mixer até virar uma espuma.

 

  • Crispy de alho poró:

Cortar o alho poró em tirar bem finas. Passar em uma fina camada de farinha de trigo. Fritar em óleo quente. Escorrer.

 

Utensílios necessários:

2 panelas médias

2 frigideiras médias

1 copo medidor (farinha)

1 aro 10 cm

1 cilindro para abrir a massa

1 rolo de massa

Coador

Liquidificador

Mixer

Escumadeira

2 bacias de tamanho médio

Tábua de cortar

1 caneca para aquecer a espuma

Notícias Similares

Deixe uma resposta

*

Topo