Você está aqui
Home > Geral > Cultura > Arte > Expectativa de vendas no último final de semana da Feito em Gramado

Expectativa de vendas no último final de semana da Feito em Gramado

Tássia Berti tem expectativa de movimentação para o final de semana. Fotos: Carlos Borges/Prefeitura de Gramado

Peças únicas e artesanais são opções de presentes para o Dia das Mães

O final de semana do Dia das Mães é de expectativa de vendas para os artesãos e pequenos empresários que participam da Feito em Gramado, que esperam que a feira repita em seus últimos dias a intensa movimentação de visitantes que já registrou nos 15 dias de evento, no ExpoGramado, paralelamente à Festa da Colônia. Até domingo (14), o público pode prestigiar as peças produzidas em bambu, madeira, pano, vime, lã e cerâmica pelos 52 expositores, e levar para casa um belo presente para o Dia das Mães.

“Nossa perspectiva é grande, já que a movimentação da feira tem nos surpreendido positivamente. Até agora, vendemos 40% a mais do que ano passado. Estamos o tempo todo repondo as peças, já foram 60% do meu estoque”, afirma Tássia Berti, proprietária da Mel Decorarte. Tássia salienta que um dos pontos positivos da feira é a valorização do artesão. “É importante saber que a comunidade está vendo nossas peças. Nos sentimos reconhecidos”.

É o quinto ano em que as peças do artesanato Feito por Nós estão expostas na Feito em Gramado. Mari Raber, 52 anos, artesã e sócia na empresa, comenta que a feira é o espaço em que os turistas, os gramadenses e a administração valorizam a produção do pequeno empreendedor. “Este ano, já conseguimos ter lucro em apenas três dias de feira. O público e a movimentação estão ótimos. Estamos muito contentes com o resultado desta edição, só temos a agradecer”, destaca.

Quando temos amor, o negócio flui”

 Mais do que apresentar o produto artesanal gramadense, é possível acompanhar na feira Feito em Gramado o processo de produção das peças e conhecer ofícios que já se perderam nas grandes cidades. Um deles é o trabalho em tear de pente de Rodrigo Wammes, 38 anos. Para o artesão, é a criatividade na confecção de echarpes, cachecóis e ponchos a principal característica da própria marca. Cada peça, segundo Wammes, é única.

“Descobri o tear de pente como um hobby que apresentou potencial para negócio. Trabalho com tanto amor e prazer que nem parece que estou trabalhando. Criar peças novas é muito satisfatório. Quando temos amor, o negócio flui”, acredita ele, sócio na Gramado Acessórios, empresa que administra com o irmão, Douglas, há 12 anos.

SERVIÇO

6ª Feira Feito em Gramado

Quando: até 14 de maio, no ExpoGramado

Funcionamento: 4ª a 6ª feira – das 13 às 20h

sábado e domingo – das 10 às 20h

Patrocínio de Rasen, Lugano e Merkator, com apoio de Bitcom e Brinquedim

PROGRAMAÇÃO

PALESTRAS GRATUITAS – Auditório do ExpoGramado – aberta para toda a comunidade

11 de maio (quinta-feira) – 19h

Oficina “Sei controlar meu dinheiro” especial para microempresários – SEBRAE/RS

12 de maio (sexta-feira) – 18h

Empreender é um ato revolucionário – Cesar Paz (empreendedor, especialista em Comunicação e Marketing Digital)

Inscrições para as palestras:

facebook.com/feirafeitoemgramado ou pelo telefone (54) 3295.1858

Palestras SEBRAE/RS: 0800 570 0800

Fotos: Carlos Borges/Prefeitura de Gramado

Para Mari Raber, feira é momento de valorização da produção artesanal.

Notícias Similares

Deixe uma resposta

*

Topo