Você está aqui
Home > Geral > Cultura > Arte > Exposição na Galeria Municipal de Arte Gerd Bornheim em Caxias do Sul.

Exposição na Galeria Municipal de Arte Gerd Bornheim em Caxias do Sul.

TERE FINGER – Foto Luizinho Bebber

Exposição ‘Das dores às cores’ apresenta 40 obras inéditas da artista plástica Tere Finger       

Mostra expressionista estará em exibição de 5 a 27 de maio, na Galeria Municipal de Arte Gerd Bornheim, em Caxias do Sul. Visitação tem entrada franca

Influenciada por grandes nomes da história da arte, como Van Gogh e Iberê Camargo, a artista plástica Tere Finger leva algumas de suas criações, pautadas pela expressividade do gesto e da cor, para a Galeria Municipal de Arte Gerd Bornheim, na Casa da Cultura, em Caxias do Sul. Com curadoria de Silvana Boone, a artista florense exibe, de 5 a 27 de maio, sua primeira mostra individual, “Das dores às cores”. O vernissage para convidados ocorre no dia 4 de maio.

Com uma temática de corpos expressivos, carregados de simbolismos, o trabalho apresenta uma série inédita de 40 obras, pintadas com tinta acrílica sobre tela e papel. Em desenvolvimento há um ano e meio, a exposição é norteada na própria biografia de Tere Finger, em especial as dores vividas e sentidas junto às pessoas de sua convivência. Vinda de uma família muito grande, a figura da mãe e do irmão portador de paralisia infantil foram grandes referências em seu processo criativo.

“Eu comecei pintando influenciada pelo expressionismo e, no decorrer dos anos, acabei mudando minha produção artística para imagens mais realistas para que houvesse maior aceitação do meu trabalho. Há cerca de cinco anos, retomei o gesto expressivo, que é onde verdadeiramente me mostro. Hoje, falo da minha história nas obras. Tenho muito a contar”, revela a artista plástica.

Graduada em licenciatura em Artes Visuais pela Universidade de Caxias do Sul (UCS), Tere Finger, 55 anos, interage com esse universo desde sua infância. Aos sete anos fez seu primeiro curso na área. Foi professora de dança na década de 1980, de educação artística na rede estadual entre 1990 e 1997 e, na primeira década dos anos 2000, lecionou voluntariamente na APAE de Flores da Cunha. Após esse período, além de empreender no ramo de decoração, passou a se dedicar ao seu ateliê, no Centro de sua cidade natal, desenvolvendo trabalhos para pequenas exposições da região, e aprimorando seus conhecimentos na área.

Em 2016, a florense recebeu um pedido especial: o diretor de cinema Bruno Saglia solicitou uma releitura do pintor austríaco Gustav Klimt para o filme “Diminuta”. A tela estava presente no cenário do quarto do ator Reynaldo Gianecchini. Outro marco em sua carreira foi a 4ª Bienal Internacional Mulheres D’Artes, realizada de abril a junho de 2017, pelo Museu Municipal de Espinho, em Portugal, para a qual a obra “Finitude” foi selecionada.

Além da exposição “Das dores às cores”, interessados em conhecer mais sobre o trabalho de Tere Finger podem visitar seu ateliê (Rua Raimundo Montanari, 1.854), em Flores da Cunha, de segunda a sexta-feira, das 14h às 17h. Sugere-se agendamento pelos telefones (54) 3292.2284 ou 9.9116.6142.

PROGRAME-SE
Exposição “Das dores às cores”, de Tere Finger
Quando: 5 a 27 de maio
Onde: Galeria Municipal de Arte Gerd Bornheim (Rua Dr. Montaury, 1.333 – Casa da Cultura), em Caxias do Sul (RS)
Visitação: de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, e ao sábado, das 10h às 16h. Entrada franca
Informações: (54) 3221.3697

SOBRE A CURADORA DA EXPOSIÇÃO:   
Silvana Boone é doutora em Artes Visuais (PPGAVI-UFRGS), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP), professora e pesquisadora na Universidade de Caxias do Sul (UCS) desde 1995, orientadora de projetos, curadora e crítica de arte.

Notícias Similares

Deixe uma resposta

*

Topo