Você está aqui
Home > Cidades > Feito em Gramado traz demonstração ao vivo de produção artesanal

Feito em Gramado traz demonstração ao vivo de produção artesanal

Celso Trein produzindo peças em cerâmica na VI Feira Feito em Gramado

Visitantes podem acompanhar processo de fabricação das peças

A feira Feito em Gramado traz uma experiência única e até desconhecida para muito visitantes. Mais do que apresentar o produto artesanal gramadense, é possível acompanhar, ao vivo, o processo de produção das peças e conhecer ofícios que já se perderam nas grandes cidades. É o caso da produção das peças em cerâmica, esculturas em madeira e artigos em lã, cujos artesãos estão disponíveis para mostrar e explicar o trabalho manual que, em alguns casos, resulta em horas de dedicação para a produção de uma única peça.

No total, 52 expositores participam da sexta edição da Feito em Gramado, com trabalhos produzidos em bambu, madeira, pano, vime, lã e cerâmica. A Feito em Gramado vai até dia 14 de maio, no centro de eventos ExpoGramado, paralelamente à Festa da Colônia.

O raro ofício da tecelagem

Foi por conta própria que Clair Benetti Negri, 57 anos, aprendeu o ofício de tecelagem. Ela diz encontrar amor em seu trabalho todos os dias, há 38 anos. A tecelagem é uma arte engenhosa e exige dedicação de Clair, que é recompensada ao receber elogios dos clientes pela qualidade dos produtos. Ofício cada vez mais raro, a tecelã se disponibiliza a ensinar gratuitamente quem quiser aprender, para que a profissão não se perca.

“É um trabalho pouco produzido na cidade. Com a Feira Feito em Gramado encontramos espaço para divulgação. Trabalho há 40 anos com a tecelagem, tenho empresa há 30, e foi a primeira feira em que fui chamada para mostrar meu trabalho”, destaca.

Clair atua na produção da Tecelagem Claírma, negócio gerenciado por sua família, elaborando diversas peças em lã, como tapetes e ponchos.

O colorido das cerâmicas

Celso Trein, 51 anos, começou a produzir peças em cerâmica há quase 40 anos, ainda adolescente, quando o ofício era mais comum na cidade. O artesão trabalha ao lado da esposa, Ritiele de Souza dos Reis Trein. Enquanto ele confecciona as peças em argila, ela colore as esculturas, ricas em detalhes. A gratificação do casal é observar a alegria das pessoas ao observarem as peças.

“A cerâmica é um ofício viciante. Quando você começa, quer ver a peça pronta e bem-acabada. Atualmente, trabalhamos mais por amor do que por rentabilidade”, afirma o ceramista.

O legado da escultura em madeira

Orival da Silva Marques, conhecido como Xixo, 65 anos, trabalha desde os 12 com esculturas. Aprendeu o ofício sozinho e substituiu a pedra pela madeira como matéria-prima. Segundo ele, o trabalho exige paciência e delicadeza, principalmente quando se produz fisionomias humanas: é necessário transmitir sentimento por meio da arte.

“A escultura em madeira não é difícil de aprender, mas é necessário ter o dom e gostar do que faz”, comenta.

No currículo, Xixo traz nada menos do que a confecção em madeira do Kikito. A estatueta símbolo e prêmio do Festival de Cinema de Gramado, criada pela artista Elisabeth Rosenfeld, foi confeccionada até 1989 por Xixo e entregue aos premiados do festival.

“A escultura tem sido um hobby ultimamente. Minha ideia é deixar as peças que venho produzindo como um legado para a cidade”, destaca.

PROGRAMAÇÃO

PALESTRAS GRATUITAS – Auditório do ExpoGramado – aberta para toda a comunidade

06 de maio (sábado) – 16h

Exportar é fácil! – Sheila Bonne (Mestre em Economia e Especialista em Negócios Internacionais pela Unisinos)

10 de maio (quarta-feira)– 16h

Bate papo empreendedor – SEBRAE/RS

11 de maio (quinta-feira) – 19h

Oficina “Sei controlar meu dinheiro” especial para microempresários – SEBRAE/RS

12 de maio (sexta-feira) – 18h

Empreender é um ato revolucionário – Cesar Paz (empreendedor, especialista em Comunicação e Marketing Digital)

Inscrições para as palestras:

facebook.com/feirafeitoemgramado ou pelo telefone (54) 3295.1858

Palestras SEBRAE/RS: 0800 570 0800

SERVIÇO

6ª Feira Feito em Gramado

Quando: até 14 de maio, no ExpoGramado

Funcionamento: 4ª a 6ª feira – das 13 às 20h

sábado, domingo e feriado de 1º de maio – das 10 às 20h

Patrocínio de Rasen, Lugano e Merkator, com apoio de Bitcom e Brinquedim

Fotos: Carlos Borges/Prefeitura de Gramado

Notícias Similares

Deixe uma resposta

*

Topo