Você está aqui
Home > Cidades > Gramado – Festival Brasileiro de Música de Rua

Gramado – Festival Brasileiro de Música de Rua

Crédito: Breno Dallas

Festival Brasileiro de Música de Rua contou com público de mais cinco mil pessoas

A Prefeitura de Gramado, por meio da Secretaria de Turismo, apoiou o Festival Brasileiro de Música de Rua, que aconteceu na última sexta (14) e sábado (15). Em sua sexta edição, o projeto desembarcou pela primeira vez em Gramado, oferecendo shows na Rua Coberta, atividades em escolas municipais e um encontro com músicos da região. O festival teve a participação de um público de mais de cinco mil pessoas.

“O projeto propicia ao turista e ao gramadense aquele encontro tão desejado com a arte, aquela pausa sem hora marcada. E, com isso, agrega valor ao destino, porque a arte na rua dá novo significado ao espaço e surpreende positivamente o visitante”, afirma a Secretária de Turismo de Gramado, Rubia Frizzo.

O rapper e ativista social Chiquinho Divilas apresentou, na quinta e sexta-feira, a palestra “O Estudo é a Cura”. Chiquinho é mestrando em Cultura e Diversidade, e surpreendeu os estudantes com um diálogo contemporâneo. Usando o RAP e a cultura Hip Hop, o rapper convidou os estudantes e refletiram sobre seu papel como protagonistas de suas comunidades. O grupo de Dança de rua Essência Crew colocou os estudantes para dançar e mexer o corpo.

Na noite de quinta, o projeto Incubadora da Música, que já conta com mais de 50 palestras e encontros em diversos festivais do Brasil, recebeu cerca de 30 artistas e produtores de Gramado e região para debaterem o Negócio da Música. “Sentimos que Gramado, Canela e São Francisco de Paula tem uma cena de música autoral, com o mesmo potencial que outras cidades da Serra vêm apresentando nos tempos mais recentes. Basta unir os músicos e posicioná-los no mercado”, afirma o diretor do festival, Luciano Balen.

Na sexta, o grande encontro musical aconteceu na Rua Coberta. A tarde iniciou com o DJ Muzak, pesquisador de música latina e africana, apresentando sua selecta de Carimbós, Batuques, Cumbias e suas fusões com Jazz e Eletrônica. O Rapper Chiquinho Divilas trouxe os MC’s que conheceu nas escolas de Gramado para compartilhar o palco. O Ária Trio cativou o público com sua música instrumental de violão, piano e harmônica. O duo De Boni & Henz apresentou Milongas e Chamamés, causando espanto pelo ineditismo da formação: gaita, baixo acústico e batidas eletrônicas.

Na sequência, o grupo Essência Crew, além das acrobacias do Break, chamou as crianças presentes para dançar em frente ao palco. Já o CCOMA, tarimbado por três turnês na Europa e diversos prêmios e festivais no Brasil, apresentou sua estética Subtropicalista, fundindo a MPB, música Latino-americana ao Pop Contemporâneo. A cereja do bolo foi a YANGOS que, em uma hora de apresentação, foi muito aplaudida por misturar música gaúcha ao Jazz.

Segundo o diretor do festival, Luciano Balen, Gramado é uma antena amplificadora da música autoral produzida na Serra Gaúcha. O Festival Brasileiro de Música de Rua já garantiu que Gramado estará no calendário de 2018, com mais atividades e shows.

Realização De Guerrilha Produções e Sistema Fecomércio Sesc/RS. Financiamento Pró-Cultura RS – Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul. Apoio Prefeitura Municipal de Gramado, Secretaria Municipal de Turismo e Secretaria Municipal de Cultura.

Notícias Similares

Deixe uma resposta

*

Topo