Você está aqui
Home > #Destaque > Prato Solidário na Cantina Pastasciutta

Prato Solidário na Cantina Pastasciutta

A tradicional Cantina Pastasciutta de Gramado celebra  35 anos de sucesso de uma forma muito especial! N próxima quinta-feira, o dia 08 de dezembro a Cantina oferecerá no menu um prato especial, o Prato Solidário no qual o valor que será pago por ele, quem vai definir é você. Isso mesmo gentchyyy!!!!

pastasciuttaTodo o valor arrecadado com o prato solidário será revertido para o Projeto PAMA que atende crianças e adolescentes no turno inverso da escola, oferecendo atividades de informática, artesanato, música, culinária, entre outras. O projeto nasceu da necessidade de oferecer um espaço de convivência, cultura e lazer, para crianças e adolescentes moradores do Bairro Piratini.

Então vamos encher esse prato de amor e solidariedade, pois fazer o bem tem um gosto muito mais especial. Participe, chame a família e os amigos pois ser solidário é uma delícia!

O QUE: Prato Solidário na Cantina Pastasciuttacantina_35_anos

QUANDO: Quinta-feira, 8 de dezembro

ONDE: Cantina Pastasciutta

 

================================================================================================

Quer saber mais sobre a PAMA?

PROJETO MANUTENÇÃO OFICINAS PASTORAL DO MENOR ADOLESCENTE BAIRRO PIRATINI             SERVIÇO DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS

14199523_119838478468867_5246393351071448616_nO Projeto Educativo das oficinas nasceu da necessidade de oferecer um espaço de convivência, cultura e lazer, para crianças e adolescentes moradores do Bairro Piratini. Um grupo de voluntárias do bairro percebeu a necessidade de disponibilizar um local, onde esse grupo pudesse permanecer no horário inverso da escola, desenvolvendo atividades de informática, artesanato, música, culinária, entre outras.

Há mais de onze anos, a Pastoral Menor Adolescente do Bairro Piratini, em Gramado, iniciou este trabalho com o intuito de atender adolescentes, provenientes de famílias de baixa renda, que apresentavam situações de vulnerabilidade social. A Empresa Gerdau apoiou o projeto, que atendeu mais de 400 crianças e adolescentes, tendo atingido os objetivos propostos. A intenção é dar continuidade a este trabalho iniciado, complementando a qualificação destes jovens para o ingresso no mercado de trabalho.

OBJETIVOS:

Dar prosseguimento ao programa de oficinas de informática, culinária, artesanato, música e desenho para crianças e adolescentes do Bairro Piratini;

  • Oportunizar a estas crianças e adolescentes uma alternativa de atividade extra-escola, com atividades de reforço pedagógico;

  • Transformar as atividades das oficinas em atividades profissionalizantes;

  • Contribuir na promoção pessoal e profissional deste grupo;

  • Estimular o gosto pela música, com o desenvolvimento das aulas de flauta, violão e canto;

  • Vivenciar valores importantes na vida, como respeito e amor ao próximo, desenvolvendo a espiritualidade dentro dos valores cristãos;

  • Promover a melhoria da qualidade de vida do grupo de participantes deste projeto, no sentido do resgate da auto-estima;

  • Implantar um espaço de troca e convivência através de diversas atividades de consulta aos livros, leitura, oficinas, sessões de vídeo;

  • Estimular a prática e o gosto pela leitura.

METAS:

Manter o atendimento de 67 crianças e adolescentes no curso básico de informática, curso de criação gráfica, de Web Design, técnico em manutenção de computador, artesanato, restauração de pequenos móveis, manicure, culinária, música, canto e leitura, paralelamente aprimorando práticas pedagógicas, no sentido de que a educação é essencial para o processo de construção da cidadania.

METODOLOGIA:

O trabalho iniciou em 18 de abril de 2005 e tem assiduidade permanente, com novas procuras de usuários para ingresso.

Diariamente, no turno da tarde, os grupos se reúnem divididos em atividades, dentre as oferecidas, de acordo com o gosto pessoal. Entre as atividades se destaca artesanato e técnicas de pintura em móveis, oficina de informática, técnico em manutenção de computador, música, canto, culinária, desenho, manicura, recreação e integração, além do auxílio nas atividades escolares e de pesquisa, As atividades são desenvolvidas de segunda a sexta-feira no horário das 13h30min às 17h00min horas.

A continuidade deste projeto assegura o atendimento ao público alvo, além de promover a aproximação da Pastoral com a comunidade do bairro, que tem se engajado nesse e em outros projetos da comunidade.

RECURSOS HUMANOS:

Atualmente o projeto tem sido atendido por uma coordenadora responsável, uma psicopedagoga, duas instrutoras para atividades diárias, um instrutor de música, monitores para informática, instrutor de desenho e uma responsável pelos serviços gerais e lanche.

Os voluntários formam um grupo de 12 pessoas, que atuam na área de artesanato com pintura em tecido, tricô, crochê…, uma assistente social, além do pessoal que auxilia na elaboração do lanche e alguns produtos para venda.

RECURSOS MATERIAIS:

As atividades são desenvolvidas nas instalações da área social da capela do bairro, onde foram feitas obras civis, que dividiu o espaço em várias salas de atividades, laboratório de informática, sala de artesanato, sala de pintura, de música, cozinha e sala da catequese.

O custo anual estimado para manter a PAMA é de R$ 73.000,00, entidade se mantém a partir de doações da comunidade, projetos enviados ao Fundo da Criança, venda de pães e cueca virada.

AVALIAÇÃO:

O direito ao conhecimento, através da educação, é essencial para formar cidadãos íntegros. A pessoa com maior acesso à cultura tem fortalecimento de sua auto-estima, o que oportuniza maior integração social e o desenvolvimento pleno de suas qualidades e potencialidades.

Este projeto, no decorrer deste período de funcionamento, tem buscado ajudar a desenvolver potencialidades de um grupo de crianças e adolescentes, da Pastoral do Bairro Piratini, no sentido de torná-los pessoas melhores, abertos às mudanças, críticos e não conformistas.

O conhecimento adquirido permitiu que estes jovens ampliassem o conhecimento, possibilitando aprendizado tecnológico amplo, especialmente para realização de pesquisas e trabalhos escolares. Cada aluno participante aprendeu a manusear o computador em diferentes programas, através dos conhecimentos básicos de Hardware, Windows, Word, Excel, Criação gráfica, Internet, utilização de busca em sites, etc.

A iniciativa deste projeto constitui-se num programa de apoio à escolaridade com vistas a ampliar a jornada escolar e possibilitou um grande crescimento pessoal e profissional para estas crianças e adolescentes envolvidos no processo.

DADOS:

Mitra da Diocese de Novo Hamburgo – Paróquia São Pedro

Av. Borges de Medeiros, 2659- Centro.

95670-000 – Gramado – RS

CNPJ: 90.831.660/0012-60

Fone/Fax: (54)3286 1187

Notícias Similares

Deixe uma resposta

*

Topo