Você está aqui
Home > Cidades > Primeira-dama vai a capital buscar apoio do Estado

Primeira-dama vai a capital buscar apoio do Estado

Primeira-dama Bianca Bertolucci (ao centro) esteve em Porto Alegre juntamente com o ex-deputado estadual Vinicius Ribeiro (esquerda) e a Chefe de Gabinete Karen Dinnebier (direita) conversando com o chefe de Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul, Delegado Emerson Wendt, para o qual entregaram números de violência contra a mulher em Gramado.

Encontro na Chefia da Polícia teve como objetivo implantação de um posto de atendimento às mulheres

A primeira-dama Bianca Bertolucci continua articulando a implantação de um posto policial especializado em atendimento às mulheres vítimas de violência em Gramado. Na manhã de hoje, 19 de abril, acompanhada do ex-deputado estadual Vinicius Ribeiro e da chefe de Gabinete Karen Dinnebier, Bianca esteve em Porto Alegre reunida com o chefe de Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul, Delegado Emerson Wendt, apresentando números de violência contra a mulher na cidade, bem como os avanços do Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRAM), que fica junto ao Gabinete.

Durante o encontro, Bianca ainda lembrou da importância de ter um atendimento especializado também para idosos, crianças e adolescentes, e ao movimento LGBT – Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros. “É importante abordar diversas modalidades de vulnerabilidades. Todas as questões devem ser consideradas para pessoas que passam por este contexto. É uma inserção de proteção necessária para protegê-los do desequilíbrio de outras pessoas”, ressaltou a primeira-dama. “Temos que construir está prevenção para proporcionar a redução desses casos. A prevenção e a proteção são o alicerce de uma sociedade segura”, completou ela.

O chefe de Polícia Civil irá avaliar a situação com um estudo aprimorado e em torno de 30 dias dará um retorno para a primeira-dama de Gramado.

A primeira-dama Bianca Bertolucci apresentou ao chefe de Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul, Delegado Emerson Wendt, números de casos de agressão à mulher em Gramado, juntamente com o pedido de implantação de um posto especializado para as mulheres em situação de violência.

Texto e fotos: Marlova Martin

Notícias Similares

Deixe uma resposta

*

Topo