Você está aqui
Home > #Destaque > Trajes típicos

Trajes típicos

Trajes da Festa da Colônia homenageiam países colonizadores

Trio soberano veste as bandeiras da Alemanha, Itália e Portugal

A tradição e o orgulho da descendência fazem parte de cada detalhe da Festa da Colônia. Como forma de representar isso significativamente, os trajes oficiais da edição 2018 trazem consigo a valorização étnica com as bandeiras de Portugal, Alemanha e Itália. Por meio das cores fortes de cada nacionalidade, os vestidos do trio soberano buscam representar a tradição, gratidão e o valor de quem colonizou Gramado.

O intuito é fazer com que a corte leve consigo a representação das gerações que construíram a história da cidade. “Buscamos mostrar a miscigenação das culturas e tradições dos povos que trabalharam unidos para formar Gramado. Os vestidos foram uma maneira de mostrar que essa união permanece até hoje com o amor e a receptividade desta festa que é feita por todos”, explica André Lima, idealizador das vestimentas. Outra particularidade é que o sentido de comunidade abrange todas as camadas de organização do evento: os modelitos usados pela rainha e princesas 2018 foram criados por André, juntamente com Roseli Franzmann, renomada estilista de noivas da região; antes da produção, os croquis foram aprovados pela comunidade do interior, como forma de reforçar sua importância.

Além das cores típicas, os trajes oficiais ainda trazem características de cada cultura: a rainha Aline Wiltgen carrega nos ombros o lenço português, peça característica do país, em especial pelos seus bordados, utilizados pelas moças do século XVIII para enviar mensagens aos futuros pretendentes; a princesa Mariana Marcon traz os trajes alemães, representando o Dirndl, uniforme utilizado pela camponesas do século XIX e que possuíam corpete e avental; já a princesa Giovana Marcon faz uso do lenço de seda, item usado para as apresentações de dança típica italiana. De forma discreta, também há o destaque para o padroeiro do evento, São Pedro, com um broche feito exclusivamente para acompanhar o lenço da rainha.

Mesmo representando a tradição, as vestes foram planejadas de forma tecnológica. Pensando nas mudanças de temperatura da Serra Gaúcha, foi utilizado o tafetá como tecido principal devido à durabilidade, leveza e ação térmica do material. Junto ao estudo histórico das peças tradicionais de cada país, a aplicação das rendas diferencia as posições hierárquicas do trio: a rainha utiliza renda branca para representar nobreza e as princesas usam o tecido levemente azulado para mostrar a jovialidade e contemporaneidade da corte.

Ministério da Cultura e Snowland apresentam a 28º Festa da Colônia. Lei de Incentivo à Cultura. Patrocínio: Corsan – Governo do Estado do Rio Grande do Sul, Todos Pelo Rio Grande. Copatrocínio: Orquídea. Apoio: Sicredi e Lugano. Agência Oficial: Vento Sul. Agente Cultural: S&S. Promoção: Prefeitura de Gramado. Financiamento: Pró-Cultura RS, Secretaria de Estado e da Cultura. Correalização: Emater. Realização: Gramadotur, Ministério da Cultura, Brasil e Governo Federal.

Notícias Similares

Deixe uma resposta

*

Topo