Você está aqui
Home > #Destaque > Valorização das raízes da Imigração

Valorização das raízes da Imigração

Apoio aos agricultores durante o ano visa resultados positivos para a Festa da Colônia
Cerca de 300 famílias estão envolvidas na edição deste ano

A Festa da Colônia valoriza as raízes da imigração e dá a oportunidade a milhares de pessoas de conhecerem de perto as tradições e a culinária do interior. Por trás da cuca e do pão quentinhos e das inúmeras variedades de sucos, geleias e doces que chegam aos estandes da festa, há o trabalho de centenas de famílias e de dezenas de agroindústrias que se preparam durante meses para o evento. Desde agosto do ano passado, os agricultores vinham participando de oficinas e capacitações ofertadas pela Secretaria da Agricultura em parceria com a Emater, apoiando a Gramadotur e a Comissão Comunitária, com o objetivo de orientar quanto à qualidade, idoneidade e apresentação dos produtos comercializados, questões sanitárias e de boas práticas de atendimento. No total, 12 encontros para aumentar a profissionalização das famílias e agroindústrias foram feitos.

“A integração entre a Secretaria da Agricultura e a EMATER pretende dar suporte aos agricultores. Unidas à Gramadotur e à Comissão Comunitária, obtém-se perfeita integração. Esse apoio é essencial para que o trabalho realizado por essas famílias seja reconhecido por todos que passem pela Festa da Colônia. A Secretaria realizou visitas às famílias, incentivando a inscrição para a participação. Além disso, o intuito é unir toda a comunidade em torno desse evento tão expressivo para a comunidade”, ressalta o secretário da Agricultura, Alexandre Meneguzzo.

A Festa da Colônia inicia nesta quinta-feira (19), mas as tendas de vendas no Expogramado começaram a ganhar vida ainda na quarta-feira (18), quando os agricultores começaram a organizar os seus estandes e restaurantes. O casal Euclides Masotti e Carminda Rech Masotti, do Mato Queimado, administradores da Masotti Sucos e Vinhos, arrumava o local onde será comercializados seus produtos e relatava a ansiedade pela abertura dos portões da festa.

“O espaço está bem organizado e a estrutura disponível para nós, agricultores, está bem melhor. A Festa vem crescendo ao longo dos anos e isso é importante”, destaca Euclides.

SERVIÇO

O quê? 28ª Festa da Colônia

Onde? ExpoGramado

Quando? De 19 de abril a 6 de maio

Horário: Abertura dos portões à partir das 9h, sendo que as cozinhas abrem às 11h e a programação artística ocorre durante a tarde. O fechamento dos portões acontece às 22h.

Notícias Similares

Deixe uma resposta

*

Topo