Você está aqui
Home > Cidades > Canela > Nota máxima do MEC

Nota máxima do MEC

Gastronomia da UCS Hortênsias tem nota máxima na avaliação do MEC

Curso foi implantado há apenas dois anos no campus localizado em Canela

O curso de Gastronomia da UCS Região das Hortênsias ganhou nota máxima do Ministério da Educação. Os representantes do MEC estiveram no campus na semana passada para realizar a avaliação in loco.

No final da tarde de terça-feira (30), o Ministério da Educação divulgou os resultados da avaliação, atribuindo o conceito máximo – 5 – em uma escala que vai de 1 a 5, ao curso de tecnologia em Gastronomia. A nota resulta de uma série de critérios específicos reunidos em três dimensões avaliativas organização didático-pedagógica, corpo docente e infraestrutura.

A nota máxima foi celebrada pela comunidade acadêmica. “Esse 5 veio para mostrar que a Gastronomia da região veio para ficar. É uma região turística, e esse conceito do MEC só veio para melhorar aquilo que a gente já faz”, entende a estudante de Gastronomia Brenda Bregnolo, que rende elogios ao trabalho da direção, dos professores e dos próprios colegas.

“Foi uma conquista de todos nós. Nós fomos verdadeiras e transparentes ao conversar com os avaliadores. É muito especial ter essa nota em nosso currículo”, complementa a também acadêmica Iraci Bohem.

Segundo a professora Margarete Lucca, diretora da UCS Hortênsias, o fato de a Região das Hortênsias ser reconhecida por sua “gastronomia com alma” implica cada vez mais em um compromisso, por parte da Universidade, em oferecer o curso de Gastronomia focado naquilo que será exigido por parte dos melhores profissionais.

“O conceito máximo concedido pelo MEC ao curso da UCS Hortênsias é um reflexo do compromisso da instituição em desenvolver e ofertar ao mercado profissionais que colaborem para o desenvolvimento da gastronomia regional”, avalia a coordenadora do curso de Gastronomia da UCS Hortênsias, professora Bruna Dachery.

O CURSO

Na UCS Hortênsias, o curso de tecnologia em Gastronomia tem duração de cinco semestres e funciona no turno noturno. Além de um currículo qualificado conforme as exigências profissionais, a estrutura do campus das Hortênsias conta com laboratórios com permanente modernização de equipamentos e utensílios e oferece inúmeras oportunidades de qualificação e vivências profissionais aos estudantes.

Já o quadro docente é composto por profissionais com ampla experiência no mercado e utilização de metodologias ativas na gestão das disciplinas que ministram. Inclusive, a coordenadora do curso superior de curta duração tecnologia em Gastronomia – professora Bruna Dachery – tem formação na Finlândia do método Innopeda®: a pedagogia da inovação, uma abordagem de desenvolvimento das competências pessoais para a inovação, que a Universidade é licenciada para utilizar e difundir os métodos.

A gastronomia é um campo de atuação em franco crescimento nos últimos anos, sobretudo na Região das Hortênsias. Um profissional pode atuar como personal chef, chef de cozinha, gestor de estabelecimentos culinários, ou ele pode atuar não só em bares e restaurantes como em hotéis e indústrias.

 

Notícias Similares

Deixe uma resposta

*

Topo